A retina é a camada mais interna e que reveste a maior parte do globo ocular. Ela é responsável por transformar o estímulo luminoso em elétrico – este é conduzido pelo nervo óptico até a região occiptal do cérebro, que irá interpretar a visão.

 

O indivíduo acometido por descolamento de retina vai notar uma sombra escura que pouco a pouco cobre sua visão. Por isso, o diagnóstico precoce é fundamental para o resultado do tratamento.

 

 

A maioria dos descolamentos ocorre pela presença de rupturas ou buracos na retina. Essas rupturas se originam pela tração do vítreo sobre a retina.

 

O vítreo é uma substância gelatinosa que ocupa o interior do globo ocular, dando a ele seu formato. Em pessoas jovens, seu aspecto é gelatinoso, porém, com o envelhecimento, vai se liquefazendo. Vale ressaltar que a liquefação do vítreo pode ocorrer também em casos de inflamação ocular, hemorragia e altas miopias.

 

O vítreo está “preso” posteriormente no nervo óptico e mais aderido anteriormente ao nível de equador do globo ocular. Com sua degeneração, o vítreo se encolhe, possibilitando trações na região equatorial, podendo gerar rupturas. Por essas rupturas, líquido pode se infiltrar entre a retina e a parede do globo ocular, gerando o descolamento de retina.

 

 

Quando a ruptura é superior, a evolução do quadro de perda visual ocorre com maior rapidez por conta do efeito da gravidade. Quando é inferior, a evolução é mais lenta.

 

O descolamento da retina pode surgir de forma silenciosa, por isso sintomas como pontos escuros que se movimentam (moscas volantes) e flashes de luz devem ser investigados por exame minucioso de fundo de olho.

 

Após o exame, em caso apenas de ruptura, é possível realizar uma aplicação de laser. Caso a retina esteja descolada, o procedimento é cirúrgico.

 

Os descolamentos de retina também podem ser causados por tumores oculares, inflamações severas e diabetes.

 

Pessoas míopes ou com histórico familiar de descolamento de retina possuem maior predisposição a esse acometimento e, por isso, devem fazer exames periódicos de retina.