Especialista em Glaucoma e Catarata
  
Página Principal > Mitos & Curiosidades
Aumenta a fonte


Nesta seção você encontrará alguns mitos populares que sempre nos geram dúvidas e que nunca sabemos se é verdade ou não. Além disso, você conhecerá outras curiosidades relacionadas a nossa visão. Acompanhe:

P: Estudar demais pode enfraquecer a minha visão?
R: Não. Nenhum esforço visual é prejudicial ao olho, qualquer que seja a idade da pessoa. Se ela precisar de óculos não será porque estudou demais ou de menos.
   
P: Ler com pouca luz pode enfraquecer a visão?
R: Não. Pode dificultar a leitura, mas não enfraquece a visão.

P: Televisão, computador e videogame prejudicam a visão?
R: Não. Podem deixar os olhos vermelhos ou ardendo, pois o fato de estarmos concentrados nessas atividades diminui o piscar e isso causa um ressecamento momentâneo nos olhos. Veja notícia sobre este assunto.
   
P: É verdade que a cenoura fortalece a visão?
R: O que é importante para a saúde geral e dos olhos é uma alimentação balanceada, não há um alimento que sozinho fará milagres na visão.

P: Posso usar colírio para “lavar os olhos”
R: Não. Colírio deve ser usado com prescrição do oftalmologista e não existe colírio para lavar os olhos, quem “lava” os olhos é a própria lágrima. Leia aqui notícia referente ao uso errado de colírio.
   
P: Usar óculos vicia?
R: Não. Os óculos vão corrigir o defeito visual, isso lhe proporciona uma boa visão, por isso a pessoa que usa os óculos quer continuar a usar porque vê bem e quer continuar a ver bem.

P: Existe algum exercício ocular para diminuir o grau dos óculos ou evitar seu aumento?
R: Não. Nenhum exercício ocular diminui ou faz estacionar a evolução da miopia, hipermetropia ou astigmatismo. Existem exercícios oculares para alguns casos de fraqueza dos músculos responsáveis pela convergência dos olhos.
   
P: Quando dilata o olho fica cego?
R: R: Não. O olho dilatado faz com que entre mais luz e isso ofusca a visão, usar óculos escuro ou estar de chapéu ou boné após o exame sob dilatação diminui a quantidade de luz que penetra nos olhos e conseqüentemente a ofuscação.

P: O bebê já nasce enxergando?
R: Não. O recém nascido apenas percebe a luz e vultos, os quais ainda não sabe interpretar. Assim como ele não sabe falar e andar, também não sabe ver. Com o passar dos meses, se estiver tudo em ordem com seus olhos, irá desenvolvendo progressivamente sua visão. Ao redor de seis anos de idade, na maioria das crianças, a visão estará formada.

P: O sol faz mal para os olhos do bebê?
R: Quando sair ao sol, proteja os olhos do bebê com uma fraldinha limpa ou chapeuzinho. O sol pode ser prejudicial se olhado diretamente.

P: A criança pode ler com o livro bem perto dos olhos?
R: Ler com o livro bem perto dos olhos não prejudica a visão. Apenas pode ser desconfortável. E se a postura da cabeça não for boa, pode forçar a coluna. Mas, se a criança chegar com o livro bem perto do rosto, talvez esteja fazendo isto porque não está vendo bem e necessita de óculos.
   
P: Coçar os olhos faz mal?
R: Sim. Coçar os olhos é muito prejudicial e quando a criança repete muito este ato, pode desencadear algumas doenças oculares, levando a diminuição da visão. A criança que coça os olhos deve ser encaminhada ao oftalmologista para avaliação.
   
P: O glaucoma é contagioso?
R: Não. O glaucoma surge em decorrência de alteração no interior do globo ocular e tem origem genética.
   
P: A catarata pode voltar?
R: Não. Quando o cristalino (catarata) é retirado, deixa-se uma parte dele chamado de saco capsular, pois nele a LIO (lente intra ocular) é implantada, essa estrutura é transparente e as vezes pode se opacificar em meses ou anos da cirurgia e isso leva a uma diminuição da visão, porém, a aplicação de YAG laser, a visão é restabelecida.
   
P: O cristalino artificial (lente) pode ser rejeitado?
R: As lentes intra-oculares são biologicamente inertes e por essa razão não apresenta qualquer tipo de reação quando em contacto com tecido humano.
   
P: Posso comprar qualquer óculos de sol?
R: Óculos de sol somente são eficazes quando as lentes tiverem tratamento antiultravioleta. Esse tratamento químico especial aplicado nas lentes tem a capacidade de absorver os raios ultravioletas, filtrando sua passagem pelo olho. Jamais adquira óculos de procedência duvidosa.
   
P: A radiação luminosa pode lesionar os olhos?
R: Sim. Solda, luz ultravioleta ou radiação solar, podem causar queimadura na córnea ou na retina. É importante saber que os efeitos da queimadura na córnea só começam a produzir sintomas de 6 a 10 horas de exposição. Nunca trabalhe com solda elétrica sem máscara de proteção adequada para esse fim e nem fique próximo a pessoas que estejam usando solda elétrica, pois o fato de você estar próximo e olhando alguém soldando já é suficiente para sofrer queimaduras.
   
P: Bronzeamento artificial pode prejudicar os olhos?
R: Sim. Por isso use sempre filtros de proteção apropriados contra a radiação ultravioleta e máscaras.


Você sabia...

que a íris regula a quantidade de luz que entra no interior dos olhos? Portanto, aquela mancha escura bem no centro dos olhos, que os leigos, chamam de ‘menina dos olhos’ e os oftalmologistas chamam de pupila, nada mais é do que uma “janela” por onde entram os feixes luminosos que vão incidir sobre a retina.
   
que na retina se processa um fenômeno químico, liberando um estimulo elétrico que percorre o nervo óptico, e só na região occipital do cérebro é que se processa a percepção visual?
   
que a região macular, responsável pela visão central, é riquíssima em células conhecidas como cones, e estas só vêem bem em presença de bastante luz? Quando entramos em um ambiente escuro demoramos a ver, pois ativamos as células da periferia do olho, por isso, como uma dica, quando entrarmos em uma sala escura de cinema, por exemplo, se fecharmos os olhos a medida que estamos entrando facilitará a percepção dos tons cinzas, que são as cores que vemos no escuro.
   

que não se deve assistir TV em ambientes totalmente escuros? O forte contraste entre a luminosidade da tela da televisão e o ambiente deve ser amenizado, pelo menos, com um abajur na sala onde se assiste a TV. Também não se deve ficar muito próximo da tela. O recomendável é ficar a pelo menos um metro de distancia, quando a tela é de 14 polegadas. Quanto maior a tela, mais longe deve-se ficar.
   
que a pintura de muitos artistas sofreu influências de vários distúrbios oculares? Muitos cientistas acreditam que as figuras alongadas nos quadros pintados por el Greco (1541-1614) poderiam ser decorrentes de um astigmatismo de que ele era portador.
   
que o glaucoma pode evoluir durante anos sem produzir nenhuma manifestação ocular? Aí reside o grande perigo desta doença sorrateira. Somente os exames da pressão ocular e de fundo de olho podem detectar a presença da doença.
   
que as vezes o glaucoma também pode evoluir com uma pressão baixa? Isto é extremamente importante, e portanto, o oftalmologista não pode confiar apenas na tomada da pressão, mas também é importante fazer uma análise da cabeça do nervo óptico e do campo visual.
   
que a maior causa de cegueira a partir dos 60 anos é provocada pela catarata? Mas é uma cegueira reversível, através da cirurgia.
   
que se deve ter muito cuidado em ambientes de total escuridão? Para quem tem estreitamento angular (câmara anterior ocular com seio camerular estreito) há um risco potencial de desencadear uma crise de glaucoma agudo.
   
que o exame ocular pode detectar uma serie de doenças sistêmicas? Alguns exemplos: tuberculose, sarcoidose, artrite reumatoide, síndrome de Sjögren, diabetes, adenoma de hipófise, hipocalcemia, toxoplasmose, AIDS, esclerose múltipla...
   
que a presença de uma mancha branca nos centros dos olhos em crianças pode significar uma catarata congênita como também outras doenças? Entre elas o retinoblastoma que é um tumor grave da retina que leva a um reflexo branco ou um reflexo de olho de gato, pode aparecer até os 3 anos de idade. Ao deparar-se com essa observação encaminhar a criança o mais rápido para o oftalmologista.
   
    



R. José Debieux, 35 Conj. 32/33 • Santana • CEP 02038-030 • São Paulo – SP • Tels/Fax: (0xx11) 9.8657-9943 / 2364-6137 / 2364-6138
Dr. Decio Meneguin • ©Todos os direitos reservados 2014.